1ª Edição: Carta Brasil-China

O intercâmbio econômico Brasil-China mudou em quantidade e em qualidade. Em 2004, quando o Conselho Empresarial Brasil-China foi fundado, o fluxo de comércio atingia US$9 bilhões. Sete anos depois, este número disparou para US$56 bilhões. Os investimentos chineses, no ano passado, também explodiram. Entramos em uma nova fase deste relacionamento bilateral que cresce de maneira extraordinária.

Acesse a Publicação