14ª Edição: Inovação como Vetor de Crescimento

A China terá certamente sido o país que melhor percebeu a natureza do processo que hoje chamamos de globalização e tratou desde cedo de promover a sua inserção competitiva na economia global. Há de se ter em mente que,  antes das reformas econômicas de 1978 o objetivo estratégico da China era a busca de autossuficiência, de uma economia autárquica que independesse das flutuações da economia mundial. As reformas de Deng Xiaoping inverteram esse objetivo estratégico, que passou a ser a “correta inserção da China no sistema internacional”, nas palavras do próprio Deng.

Acesse a Publicação