Eles querem mais do Brasil

O Tempo (Minas Gerais) | O coordenador de análise do CEBC, Tulio Cariello, observa que os chineses descobriram o Brasil como destino potencial de investimentos em meados de 2010. ‘Claro, havia investimentos antes disso, mas eram ainda muito irregulares e descentralizados. O ano de 2010 é um marco no movimento de investimentos chineses no país, pois sinaliza o começo de um quadro de empreendimentos mais volumoso e diversificad’, diz. Até então, foi o ano recorde de investimentos confirmados, num total de US$ 13 bilhões.

Acesse a matéria