Empresas chinesas na América Latina construindo (?) ‘sonho chinês’ e ‘sonho latino-americano’

Rubia C. Wegner *

Este artigo objetiva discorrer sobre a evolução mais recente de IDE de empresas chinesas a países latino-americanos. Além de se apresentar dados relevantes sobre a sua magnitude, também são relacionadas algumas das empresas que mais têm investido na América Latina nos últimos anos, principalmente. O ‘rejuvenescimento da nação chinesa’ tem se refletido em estratégias de relações externas como One Belt, One Road (OBOR), bem como no arrojado projeto de tornar a China uma nação inovadora.

Os países em desenvolvimento, como os latino-americanos, seguem no radar da estratégica internacionalização das empresas chinesas, porém, parecendo se encaminhar para setores de serviços e tecnologicamente intensivos. Não fazendo parte do OBOR, a América Latina tem constado em discursos oficiais do presidente chinês como o continente a cooperar, a caminhar com a China em direção ao desenvolvimento econômico (o sonho latino-americano). Ainda que a questão não se esgote neste artigo, busca-se lançar aspectos para se aprofundar a discussão em torno do novo papel da América Latina nas relações de comércio e de investimento internacionais da China.

Acesse a Publicação