Café China com Décio Oddone | As oportunidades de investimento no setor de óleo e gás no Brasil

Café China com Décio Oddone, Diretor Geral da ANP | As oportunidades de investimento no setor de óleo e gás no Brasil

Bradesco – São Paulo

24.10.2018

Sobre a ANP: A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis é o órgão federal responsável pela regulação das indústrias de petróleo e gás natural e de biocombustíveis no Brasil. Vinculada ao Ministério de Minas e Energia, é uma autarquia federal especial que executa a política nacional para o setor, com foco na garantia do abastecimento de combustíveis e na defesa dos interesses dos consumidores.

A Agência tem atuação “do poço ao posto”, ou seja, regula mais de 130 mil empresas, em atividades desde a prospecção de petróleo e gás natural nas bacias sedimentares do Brasil até os procedimentos para assegurar a qualidade os combustíveis vendidos ao consumidor final. A ANP tem como finalidades: estabelecer as normas para o funcionamento dos agentes regulados, promover licitações para exploração e produção de petróleo e gás natural e fiscalizar as atividades das indústria do setor no Brasil.

Sobre o palestrante: Décio Fabricio Oddone da Costa é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e estudou Engenharia de Petróleo na Petrobras. Cursou o Advanced Management Program na Harvard Business School e o Advanced Management Programme no Insead. Recebeu o título de Doutor Honoris Causa em Educação da Universidad de Aquino, na Bolívia. Trabalhou na Petrobras e subsidiárias no Brasil, Angola, Líbia, Bolívia (da qual foi Presidente) e Argentina (da qual foi CEO e Presidente do Conselho de Administração). Indicado pela Petrobras, foi Vice-Presidente da Braskem. Foi ainda Presidente dos Conselhos de Administração da Innova S.A. e da Braskem-Idesa S.A.P.I, e Diretor de Projetos de Óleo e Gás na Prumo Logística S.A. Foi Presidente da Câmara de Comércio Boliviano-Brasileira e da Câmara Argentina da Indústria do Petróleo.

É Diretor-Geral da ANP desde dezembro de 2016.