Mourão intensifica agenda em Pequim com empresários para atrair investimento chinês

Folha de S. Paulo | Vice-presidente participa de evento de empresa de energia e visita a Muralha da China

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, intensificou nesta quarta-feira (22) a agenda de eventos com empresários e representantes do governo chinês para estreitar e estimular investimentos no Brasil.

Mourão conversou também com representantes de empresas brasileiras instaladas na China, como BRF, Vale e Petrobras.

Na pauta dos encontros, desburocratização e desregulação estiveram presentes com medidas para melhorar o ambiente de negócios no Brasil.

Mourão participou de um almoço fechado com empresários na Embaixada em Pequim e ainda foi a um simpósio comemorativo dos 15 anos do CEBC (Conselho Empresarial Brasil-China). Ele ainda visitou a Muralha da China.

O simpósio foi patrocinado pela empresa chinesa do setor energético State Grid, que tem investimentos no Brasil.

O evento contou com menos de cem participantes e teve a presença do vice-ministro do comércio chinês, Wang Shouwen. Ele participa diretamente das negociações com os Estados Unidos na guerra comercial.

“Foi uma decisão acertada a visita dele [Mourão] à China. Desfez o desentendimento. A China estava bastante preocupada por causa dos Estados Unidos, da guerra comercial”, diz Mao An Wang, consultor chinês que atua no Brasil.

“O governo brasileiro vir aqui dar esse apoio é muito importante, para que os chineses vejam que as empresas brasileiras que estão aqui têm apoio do governo, que o governo esta por trás, que é coisa séria. Assim haverá mais confiança para fazer negócio”, afirma.

Acesse a Matéria