Se Brasil bloquear Huawei no 5G, relação comercial com China pode ser prejudicada, diz especialista

5g

O Globo | Segundo Chen Long, Pequim prepara estratégia para fortalecer mercado interno e desenvolver indústrias locais consideradas sob ataque, como a de tecnologia e semicondutores

Se o Brasil seguir o exemplo de EUA e Reino Unido e tentar bloquear a gigante chinesa de telecomunicações Huawei em suas redes 5G, corre o risco de uma represália chinesa ao país. É o que afirma Chen Long, sócio e cofundador da empresa de pesquisa Plenum, especializada em economia e política chinesas.

– Uma decisão como essa certamente pode prejudicar a relação comercial entre os dois países, e poderá haver retaliação – afirmou Long em seminário virtual promovido pelo Conselho Empresarial Brasil-China. – Mas tudo depende de como seria essa medida. O Reino Unido deu oito anos para que os equipamentos da Huawei fossem desconectados de suas redes, já os EUA querem cortá-la direto. Mas uma decisão assim certamente atrairá uma reação chinesa.

Acesse a Publicação