Assista: Bases para uma Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a China

Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão, participou de lançamento de estudo do CEBC

O Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC) lançou no dia 26 de novembro o documento “Bases para uma Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a China”, em evento online que contou com a participação do Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão.

“Poucos parceiros internacionais contam com capacidade e recursos, tecnológicos e financeiros, como a China”, disse o Vice-Presidente, que defendeu a necessidade de atividades sustentáveis na exploração de riquezas naturais, sem o comprometimento do meio ambiente. Para ele, a transversalidade da temática ambiental deve ser motivo de união e cooperação internacional, o que não significa abrir mão da escolha soberana de cada país pelo modelo de desenvolvimento que melhor atenda seus anseios. Mourão disse ainda que o governo chinês identifica com clareza a nova dinâmica da economia mundial que alia o crescimento econômico à sustentabilidade ambiental.

Elaborado pela diplomata e economista Tatiana Rosito,  o estudo de 148 páginas está dividido em cinco capítulos, propondo uma moldura para o relacionamento com a China em torno de três eixos (econômico, institucional e de sustentabilidade) e três agendas estruturantes (infraestrutura, finanças e tecnologia). O texto apresenta ainda as transformações que a China deverá experimentar até 2050 e seus possíveis impactos para o Brasil. Rosito serviu nas Embaixadas do Brasil em Pequim e Cingapura e foi representante-chefe da Petrobras na China de 2017 a 2019. 

O evento de lançamento também contou com um painel de especialistas em áreas que vão do agronegócio ao comércio eletrônico. Participaram do debate Luiz Augusto de Castro Neves (presidente do CEBC e ex-embaixador do Brasil na China), José Roberto Mendonça de Barros (MB Associados), Otaviano Canuto (Policy Center for the New South), Fernanda Guardado (Bocom BBM), Guilherme Quintela (International Union of Railways e EDLP), Fernando Sampaio (Estratégia Produzir, Conservar, Incluir) e Ricardo Geromel (autor de “O poder da China”)

ASSISTA AGORA