sexta-feira, dezembro 14, 2018
Estadão Conteúdo | O investimento de empresas chinesas no Brasil somou US$ 55 bilhões nos últimos dez anos, de acordo com levantamento do Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC). O estudo considera investimento de empresas entre 2007 e 2017 em cerca de...

As relações do Brasil com a China

Valor Econômico | Por Tatiana Rosito e Larissa Wachholz | O presidente eleito não está sozinho em relação a outros países quando externa preocupações em relação aos investimentos chineses, tendo em vista o fortalecimento recente nas regras aplicadas a...
O Globo | Aliados se movimentam após declarações polêmicas que podem prejudicar a economia brasileira. Lista de candidatos é extensa e tem diplomatas. "Luiz Augusto de Castro Neves, vice-presidente do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri) e presidente do Conselho...
Sputnik | Durante a campanha eleitoral, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) fez declarações polêmicas sobre a relação Brasil-China, lançando dúvidas entre os investidores do país asiático e incertezas sobre parcerias entre os dois países. Sobre esse assunto, a Sputnik...
Época Negócios | Transformações demográficas e tecnológicas da China tornarão mais complexa e difícil para o Brasil beneficiar-se do crescimento de seu maior parceiro comercial "Neste contexto, independente do resultado das urnas deste 28 de outubro, os fluxos comerciais entre...
National Public Radio | "The Chinese presence is increasingly expanding everywhere, with football, with services, with banks, with industry, high-tech sectors," says Luiz Augusto de Castro Neves, chair of the China-Brazil Business Council, an association that promotes dialogue between...
Rádio França Internacional | A maior aproximação entre Brasília e Pequim ocorreu a partir de 2010, no boom das commodities. Os números de investimentos chineses diretos acumulados no Brasil divergem – para o Planalto, são de US$ 117 bilhões, enquanto...
Folha de S. Paulo | Além do comércio (importação e exportação), a China tem tido um papel importante quando o tema é investimento estrangeiro direto no Brasil, outra área de atuação da Apex-Brasil. Com negócios no setor de infraestrutura, educação,...
Folha de S. Paulo | Custos competitivos e infraestrutura eficaz são alguns dos fatores que tornam o investimento no país atraente para as brasileiras, segundo Luiz Augusto de Castro Neves, presidente do CEBC (Conselho Empresarial Brasil-China).
Folha de S. Paulo | Além de resilientes, os chineses são comprometidos. Enquanto no Brasil pensamos no curto prazo, eles seguem a lógica de investir em grandes projetos e não desistem dos objetivos”, afirma Túlio Cariello, coordenador de análise do...