Clipping

Principais notícias sobre China publicadas na imprensa brasileira e internacional.

InfoMoney

Mesmo com a subida dos preços do petróleo no mercado internacional – perspectiva de média de US$ 58/barril, em 2017, contra US$ 44,04/barril, em 2016 – a tendência é que o consumo das fibras sintéticas continue competitivo nesta e na próxima temporada. A explicação para isso é a valorização da fibra natural no mercado internacional, hoje cotada em torno de US$ 0,76 por libra-peso. No horizonte da cotonicultura mundial, vislumbra-se, ainda, redução dos estoques chineses durante a temporada 2016/17 e chance de 38% de ocorrência do fenômeno climático El Niño sobre as lavouras dos Estados...

Comex do Brasil

Brasília – As exportações brasileiras para a China registraram no primeiro bimestre de 2017 a maior elevação da série histórica para o período e cresceram  94,38%, totalizando US$ 6,246 bilhões. Em igual período do ano passado, o Brasil exportou para a China mercadorias no valor total de US$ 3,213 bilhões. O desempenho deveu-se a altas apreciáveis nos embarques de produtos básicos, como petróleo, minérios de ferro e soja mesmo triturada, que em seu conjunto responderam por  77% de todo o volume exportado para o país asiático.

No período janeiro-fevereiro, a China...

MacauHub

The Macau Trade and Investment Promotion Institute (IPIM) and the Brazilian Agency for Export and Investment Promotion (Apex) may strengthen the exchange of information to develop a partnership as a way of expanding the presence of companies in the two countries, said Jackson Chang on Tuesday in Brasilia.

The statements from Chang, President of IPIM, were made as he summarised the visit – described as positive – to Brasilia by a delegation of 50 people representing the provinces and the Chinese Special Administrative Regions of the Pan Pearl River Delta.

Chang said IPIM can support, in particular small and medium-sized Brazilian companies interested in operating in the Chinese market,...

Folha de S. Paulo

Depois da parceria com o CCCC (China Communications Construction Company) na área de portos, o Banco Modal projeta novos investimentos chineses na área de ferrovias no Brasil.

"Estamos expandindo nossa presença também para o financiamento de empresas da China no país", diz Eduardo Centola, sócio do banco.

"Há interesse na Ferrogrão [do Mato Grosso ao Pará], que talvez entre no PPI, e na Norte-Sul [entre Tocantins e São Paulo], que também já consta do programa federal de concessões."

O Modal fez uma joint venture, a MDC, com a CCCC e o australiano Macquarie Capital. Há um...

Estado de S. Paulo

Para Arthur Kroeber, da consultoria especializada na economia chinesa Dragonomics, o Brasil tem uma série de problemas para resolver se quiser mesmo recuperar sua economia. E o principal desafio é organizar seu sistema tributário, para atrair investimentos e se tornar mais competitivo. Em entrevista ao Estado, o economista, que também é professor adjunto da Universidade Columbia, em Nova York, disse ainda que as investidas de Donald Trump contra a China são exageradas. Segundo ele, não há governo que tenha feito recentemente mais regulações que o chinês.

Nesta semana, Kroeber estará no Brasil para uma rodada de debates do...

Páginas

Fuso

Câmbio

Fale com as Embaixadas:

Informações Uteis