Leitura

Indicações de livros sobre China, realizadas pela equipe de Análise do CEBC e por especialistas convidados.

Negócios

China: The Art of Law - Chronicling Deals, Disasters, Greed, Stupidity and Occasional Success in the New China
Autor: Schaub, Mark
Editora: Kluwer Law International

Costumamos dizer que ganhamos muita experiência com nossos erros. Entretanto, como errar pode custar caro, aprender com a experiência vivida por outros pode economizar tempo e dinheiro, principalmente quando estamos falando de um investimento jurídico/regulatório tão distante quanto o chinês. O livro China: The Art of Law relata alguns casos práticos vividos por investidores estrangeiros na China que podem servir de referência aos novos investidores brasileiros.

What Chinese Want: Communism and the Modern Chinese Consumer
Autor: Doctoroff, Tom
Editora: Palgrave Macmillan

Neste livro, Tom Doctoroff explora seus 20 anos de experiência em comércio e cultura chinesa para explicar aos ocidentais alguns mistérios relativos ao consumidor chinês. Para isso, o autor faz uso de diversos fatores que influenciam o chinês do século XXI, como forças econômicas, políticas e culturais e os impactos que apresentam no trabalho de empresários, publicitários, profissionais do marketing e outras pessoas interessadas em entender as particularidades chinesas. Ele faz isto de modo a romper com os equívocos mais comuns e oferece aos ocidentais o contexto do qual precisam para compreender os motivadores dos negócios e consumidores.

Run of the Red Queen: Government, Innovation, Globalization, and Economic Growth in China
Autor: Dan Breznitz, Michael Murphree
Editora: Yale University Press

O livro é recomendado para empresários interessados em entender o papel da inovação no desenvolvimento econômico da China. Este livro, meticulosamente pesquisado, revela e explica, em detalhes, como o sistema de inovação da China se encaixa em um mundo de produção fragmentada com rápida expansão da fronteira tecnológica. O texto apresenta uma nova maneira de pensar sobre inovação e desenvolvimento econômico. Os pontos fortes e fracos do sistema econômico chinês são examinados frente aos avanços da inovação, e os autores descobrem que, ao contrário da crença popular, inovação de ponta não é um pré-requisito para a vitalidade econômica e que a China é um caso perfeito neste aspecto.

The Chinese Economy: Transitions and Growth
Autor: Barry J. Naughton
Editora: MIT Press Book, 2007

POR ISABELA NOGUEIRA *

Para aqueles interessados em uma visão abrangente e, ao mesmo tempo, não reducionista do desenvolvimento recente chinês, o livro de Barry Naughton é uma introdução valiosa. Idealizado na forma de um livro-texto para ser utilizado nos cursos sobre economia chinesa nas universidades, The Chinese Economy: Transitions and Growth abarca desde o legado maoísta até macroeconomia e finanças hoje, passando pelas transformações estruturais na agricultura e indústria e pela inserção chinesa no comércio exterior. Cada capítulo é seguido de uma lista de recomendações bibliográficas que ajudam a nortear os estudos mais aprofundados. A edição, entretanto, é de 2007 e merece uma atualização.

A dica quente (dado que pouca gente sabe) é que a página do livro no website do autor traz, para a maior parte dos capítulos, os arquivos originais (e atualizados), em Excel, com os dados utilizados nos gráficos. 

*Isabela Nogueira de Morais é especialista em China, Doutora em economia pela UFRJ e professora de China no instituto de Relações Internacionais da PUC-rio (em licença); atualmente é professora visitante da Aalto University, em Helsinki.

 

 

Managing the China Challenge - How to Achieve Corporate Success in the People´s Republic
Autor: Kenneth Lieberthal
Editora: Brookings Institution Press

Esse livro é recomendado não apenas para empresas brasileiras que pretendem ingressar no mercado chinês, mas também para aquelas que já se deparam com os desafios apresentados por um ambiente de negócios tão singular como o da China. Kenneth Lieberthal é ciencista político, ex diretor do Conselho de Segurança do Governo Americano para a Ásia, professor de estratégia corporativa e um grande estudioso da China. Baseando-se em sua profunda compreensão dos sistemas políticos e econômicos do país asiático, Lieberthal discorre, em linguagem simples, sobre temas que empresas estrangeiras devem dominar ao atuar no mercado chinês, como os critérios adotados por líderes locais e nacionais na formulação de suas estratégias. Valendo-se de exemplos para fundamentar suas recomendações, pondera sobre como evitar riscosao investir na China e como aprender com sua atuação no país.

Páginas

Fuso

Câmbio

Fale com as Embaixadas:

Informações Uteis