Canal Brasil-China

Notícias sobre as atividades desenvolvidas pelo CEBC, empresas associadas e instituições parceiras.

Nota de Pesar

21/03/2016

É com grande pesar e tristeza que lamentamos o falecimento do Senhor Roger Agnelli, Fundador e primeiro Presidente do Conselho Empresarial Brasil-China.

Agnelli trabalhou com afinco e dedicação pela consolidação do CEBC e pelo desenvolvimento das relações sino-brasileiras no âmbito empresarial. O Conselho Empresarial Brasil-China, por intermédio de seus Associados, Diretores e Presidente, transmite aos familiares e amigos de Roger Agnelli as suas condolências e solidariedade.

Luiz Augusto de Castro Neves
Presidente do Conselho Empresarial Brasil-China

Clique aqui para acessar o relatório do evento.

O Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC) realizou, no dia 2 de março, em São Paulo, em parceria com o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e a FIESP, palestra intitulada “Powerhouse, Menace or the Next Japan? Scenarios for China's Future Growth”, com o diretor da GK Dragonomics, Arthur Kroeber. No dia 3 de março, foi realizada palestra homônima no Rio de Janeiro, na sede do BNDES.

Clique aqui para assistir.

Nesta edição do Café China, o CEBC, em parceria com o Bradesco, convidou o Embaixador Valdemar Carneiro Leão para um debate sobre a atual situação econômica da China, incluindo o quadro de desvalorização do Yuan, a instabilidade do sistema financeiro chinês e os possíveis impactos deste cenário para o Brasil. O Embaixador Luiz Augusto de Castro Neves, Presidente do CEBC, atuou como moderador do debate.

Local: Bradesco - São Paulo

Data: 18/02/2016 - 11:00

O presidente do CEBC, Embaixador Luiz Augusto de Castro Neves – acompanhado do Presidente Emérito, Embaixador Sergio Amaral, e da Secretária Executiva, Julia Dias Leite - esteve em Brasília, nos dias 22 e 23 de setembro, em visita a uma série de ministérios e entidades. Na ocasião, reuniu-se com o Ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, e outros representantes do Itamaraty, tendo visitado, também, o Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro. Castro Neves esteve ainda na Embaixada da China no Brasil, onde se reuniu com o Embaixador Li Jinzhang.

O Banco BBM se associou ao CEBC em setembro.Sediado no Rio de Janeiro, o BBM soma mais de R$ 3 bilhões em ativos, equity acionário de R$ 500 milhões e ratings de crédito local e internacional concedidos pela Moody’s.
Em 19 de maio de 2015, o Bank of Communications (BoCom) e o Banco BBM, assinaram um acordo de compra e venda de ações. A negociação, formalizada durante a realização da Cúpula China-Brasil, prevê a transferência de 80% do capital social do BBM para o BoCom. Os atuais acionistas controladores da instituição financeira passarão a deter uma participação de 20%. A conclusão da operação está sujeita à aprovação das autoridades regulatórias do Brasil e da China.

Páginas

Fuso

Câmbio

Fale com as Embaixadas:

Informações Uteis