Canal Brasil-China

Notícias sobre as atividades desenvolvidas pelo CEBC, empresas associadas e instituições parceiras.

O Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC), em parceria com Apex-Brasil, Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Confederação Nacional do Transporte (CNT), promoveu, no dia 16 de julho, em Brasília, Seminário para empresários dos dois países com apresentação de painéis sobre agronegócio, infraestrutura, indústria e serviços. O Seminário, que marcou 10 anos do Conselho e 40 da parceria sino-brasileira, contou com cerca de 300 representantes de ambos os países. Foram discutidas as necessidades de diversificar as negociações entre as duas nações e de melhorias nos sistemas de logística para avançar o desenvolvimento em território brasileiro. A China é, hoje, o principal parceiro comercial do Brasil e as transações entre os dois países, em 2013, registraram recorde de US$ 83 bilhões. Além disso, as trocas bilaterais, tradicionalmente sustentadas pela exportação de commodities, passam agora a abranger um maior escopo, que incluí a atração de investimentos para o País.

O evento teve a participação de palestrantes como o Ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, o Presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, o Diretor do Departamento de Desenvolvimento do Ministério de Comércio da China, Sun Chenghai, o Presidente do BNDES, Luciano Coutinho, entre outros. O evento contou, ainda, com rodadas de negócios com apresentação de projetos para empresários chineses. A programação ocorreu paralelamente ao encontro de presidentes dos BRICS no Brasil.

 

Para acessar as fotos do evento, clique aqui

Durante a visita do Presidente da República Popular da China, Xi Jinping, ao Brasil, entre os dias 16 e 17 de julho, o Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC) realizou, em Brasília, a Reunião Bilateral Anual. O evento marcou o momento atual de aproximação e reconhecimento mútuo de ambas as nações como parceiras estratégicas, e o encerramento contou, pela primeira vez, com a presença dos Presidentes dos dois países.  Na ocasião, foram assinados o Plano de Trabalho Conjunto entre as partes e a concretização de acordos empresariais.

Entre os acordos empresariais assinados na Reunião Bilateral Anual, está a implantação de um Centro de Inovação com laboratório a ser instalado no Brasil com o objetivo de desenvolver a tecnologia UBB (Ultra Banda Larga) e investimento de 1,21 bilhões de dólares para construção de uma fábrica em Maracaju para fabricação de fermentação e biomedicina, com geração de aproximadamente 1.300 empregos diretos. Na Reunião Bilateral Anual do CEBC, além de autoridades empresariais e governamentais, estiveram presentes o Embaixador Sergio Amaral e Liu Mingzhong, Presidentes das duas seções do CEBC, o Diretor de Assuntos Internacionais do Banco Central, Luiz Pereira; o Presidente da Vale, Murilo Ferreira; o Presidente da State Grid, Liu Zhenya; o Presidente do Bank of China, Tian Guoli; o Vice-Presidente da BRF, Marcos Jank, entre outros.

O evento teve o patrocínio das instituições: Bank Of China, Bradesco, BNDES, Odebrecht e Vale.

Para acessar as fotos do evento, clique aqui

O Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC) realizou nesta quinta-feira, 06 de junho, reunião preparatória para a visita presidencial chinesa, com o Ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, e um grupo restrito de empresários das principais empresas associadas ao Conselho. O objetivo do encontro foi promover um diálogo entre o Governo e o CEBC sobre o estágio atual das relações econômico-empresariais Brasil-China de modo a servir de subsídio para as atividades que ocorrerão em função da visita presidencial chinesa ao Brasil. Estiveram presentes na reunião, representantes das empresas: Banco do Brasil, Bradesco, Bunge, Comexport, Embraer, Vale, Veirano Advogados, Odebrecht e Sertrading. A visita oficial do Presidente da República Popular da China, Xi Jinping ao Brasil, ocorrerá no período de 16 a 18 de julho de 2014, e o Conselho está programando uma série de atividades, dentre elas, a Reunião Bilateral Anual entre a Seção Chinesa e a Seção Brasileira do CEBC e um Seminário Empresarial, que contará com a presença da delegação chinesa que acompanha o Presidente Xi Jinping e dos membros das Seções Brasileira e Chinesa do Conselho.

Para conferir as fotos do evento, clique aqui.

O Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC), em parceria com o Instituto de Estudos Brasil China (IBRACH) e o Banco Bradesco, realizou em São Paulo no último dia 28 de maio, Mesa Redonda com a Sra. Yan Lan, Diretora do Lazard China e Chefe da área de investimentos do Lazard para a Grande China. A Sra. Yan Lan agrega uma grande experiência de advocacia nos Estados Unidos, França e Pequim tendo sido a Diretora do Gide e Loyrete em Pequim.

Neste encontro, a Sra. Yan Lan discutiu a direção das reformas financeiras e econômicas depois das diretivas do 18º Congresso do Partido Comunista Chinês, a evolução da zona de livre comércio de Xangai e a situação atual dos investimentos globais da China. 

O evento contou com a presença dos Embaixadores Clodoaldo Hugueney e Affonso Ouro Preto, além da Diretora do IBRACH, Anna Jaguaribe e do Diretor de Assuntos Econômicos do Bradesco, Octávio de Barros.

Para obter mais informações e conferir as fotos do evento, clique aqui.

O Conselho Empresarial Brasil-China realizou no dia 20 de maio,  em São Paulo, Mesa Redonda com o Secretário-Executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC),  Ricardo Schaefer e com o Presidente da Apex-Brasil, Mauricio Borges. Na ocasião, Schaefer propôs aos representantes do setor privado que participassem do trabalho realizado pelo MDIC e Apex-Brasil para a criação de uma marca de negócios que ajude a divulgar o Brasil no exterior.

"O MDIC e Conselho Empresarial Brasil-China podem unir esforços, como parte da política de promoção de exportações que o MDIC vem desenvolvendo juntamente com a Apex-Brasil, para criar uma estratégia de posicionamento de imagem do Brasil no mercado chinês", ressaltou Scahefer. Uma das ideias, segundo o Secretário, é ajudar aumentar a inserção no mercado chinês, assim como em outros países, de produtos de alto valor agregado fabricados no Brasil. "Este é um tema que nos chama a atenção: o esforço que muitos países vêm fazendo para criar o chamado "nation branding". São ações ricas em termos de estratégia de posicionamento de imagem de um país e que reforça os seus atributos", detalhou.

A reunião também foi preparatória para a visita do Presidente da China, Xi Jinping, ao Brasil em julho deste ano. O evento, restrito a empresas associadas,  teve a presença do Presidente do CEBC, Embaixador Sergio Amaral e de representantes de empresas como Bradesco, Comexport, Sertrading, Bank of China, Banco do Brasil, Itau BBA , Bracelpa, Bunge, Veirano Advogados, BNDES, PwC, dentre outros.

Para saber mais e conferir as fotos do evento, clique aqui.

Páginas

Fuso

Câmbio

Fale com as Embaixadas:

Informações Uteis