Canal Brasil-China

Notícias sobre as atividades desenvolvidas pelo CEBC, empresas associadas e instituições parceiras.

O Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC) promoveu em São Paulo, dia 18 de março, e no Rio de Janeiro, no dia 20 de março, palestra com o diretor da consultoria Gavekal Dragonomics, Arthur Kroeber, um dos maiores especialistas em China no mundo,  para discutir rumos da economia do país asiático. O consultor abordou as reformas propostas pelo atual governo e como estas moldarão os cenários político, econômico e social da China, além de seus impactos para parceiros como o Brasil.  Hoje, a China é o principal comprador dos produtos brasileiros. Na mão contrária, o Brasil ocupa a 9ª posição, único país latino-americano entre os 10 maiores.

Clique aqui, para acessar as fotos e o Relato da palestra em São Paulo.

Clique aqui, para acessar as fotos e o Relato da palestra no Rio de Janeiro.

O CEBC lança a 9ª edição da Carta Brasil-China. A  publicação traz entre os destaques, os principais resultados da Reunião Bilateral do CEBC e da III Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação – COSBAN, ambos realizados na China, em novembro de 2013. O exemplar publica relatos do Presidente do CEBC, Embaixador Sergio Amaral,  do Vice-Presidente da República, Michel Temer, da Embaixadora Maria Edileuza Fontenele Reis, da Subsecretaria Geral Política II do Ministério das Relações Exteriores e do Secretário Executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ricardo Schaefer. A edição apresenta ainda uma análise sobre o Terceiro Pleno do Partido Comunista e o artigo "Xi Jinping changes the rules of the game", escrito por Arthur Kroeber, Diretor da Dragonomics. 

Para acessar a publicação, clique aqui

O Conselho apresenta a 19ª edição do CEBC Alerta, que traz dados referentes ao comércio bilateral no ano de 2013. Segundo o informativo, o ano de 2013 apresentou um recorde no total da corrente de comércio entre os dois países, superando em 8% o antigo pico de US$ 77,1 bilhões, em 2011. A edição mostra ainda que as exportações brasileiras para a China se concentraram nas vendas de soja, minério de ferro e óleos brutos de petróleo, que, somadas, representaram 81% da pauta. De acordo com as informações apresentadas, o crescimento das exportações brasileiras para a China teve como principal vetor o bom resultado proveniente do envio de soja ao país asiático, que apresentou um aumento de cerca de 40%, tanto em volume, como em valor, em comparação com o ano de 2012.

O CEBC Alerta é uma publicação que apresenta a atualização dos principais indicadores comerciais e econômicos do relacionamento Brasil-China

Para acessar a publicação clique aqui.

O CEBC apresenta publicação especial com o perfil de todas as empresas associadas. O livreto foi elaborado em função da Reunião Anual Bilateral do CEBC, realizada no dia 08 de novembro, em Pequim. A edição  foi distrubuída aos mais de 200 empresários que participaram do evento.

A publicação está disponível em português e mandarim. Para acessar, clique aqui

A reunião bilateral anual do Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC) foi realizada, no dia 08 de novembro, em Pequim. O evento contou com a presença do Vice-Presidente do Brasil, Michel Temer, do Secretário Executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ricardo Schaefer e de membros da delegação do governo em visita oficial à China. Ainda, estiveram presentes mais de 200 empresários, dos quais 150 representantes de empresas chinesas. 

Esse encontro anual tem por objetivo promover o diálogo entre as empresas brasileiras e chinesas, associadas ao Conselho, sobre as respectivas experiências no âmbito do comércio sino-brasileiro, visando o fortalecimento do intercâmbio econômico e empresarial Brasil-China.

Durante o evento, o Embaixador Clodoaldo Hugueney, Consultor do CEBC, apresentou os principais pontos da pesquisa realizada pelo Conselho e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), sobre os desafios e oportunidades para exportação e investimento de empresas brasileiras, no mercado chinês, em setores selecionados. Os presidentes das seções brasileira e chinesa do CEBC reforçaram a importância da relação bilateral em nível empresarial e se comprometeram a envidar esforços para superar os desafios que se apresentam para ambos os lados, assim como enfocar parcerias e oportunidades de avanços nas áreas de comércio e investimento.

Após a reunião, os participantes seguiram para um jantar em homenagem ao Vice-Presidente da República, promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), cujo objetivo foi abrir oportunidades de negócios para o agronegócio brasileiro no mercado chinês.

Clique aqui e veja as fotos do evento.

Páginas

Fuso

Câmbio

Fale com as Embaixadas:

Informações Uteis